quarta, 01 de dezembro de 2021 - 12:24h - 1871
Vigilância em Saúde: Amapá realiza encontro internacional sobre Centro Binacional na fronteira em Oiapoque
O evento reuniu autoridades do Brasil e da França com o objetivo de discutir a instalação do órgão de vigilância binacional em saúde na fronteira internacional do Amapá.
Por: Nathanael Zahlouth
Foto: Nathan Zahlouth
O encontro internacional aconteceu no município de Oiapoque.

O Governo do Amapá organizou o primeiro encontro internacional entre Brasil e França para construir uma cooperação visando a instalação de um Centro Binacional de Vigilância em Saúde, que funcionará no lado brasileiro da fronteira.

O evento iniciou na terça-feira, 30, e prossegue hoje, 1º de dezembro, em Oiapoque, município que sediará o novo órgão binacional. O encontro é organizado pela Superintendência de Vigilância em Saúde (SVS), órgão do Governo do Estado.

Durante a reunião, autoridades de saúde da Guiana Francesa e representantes de órgãos federais estiveram presentes, como o Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde nacional (CIEVS) e Assessoria de Assuntos Internacionais de Saúde (AISA) do Ministério da Saúde (MS), Organização Pan Americana de Saúde (OPAS), Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e a Agência Regional de Saúde (ARS) da Guiana Francesa, além da SVS e Prefeitura de Oiapoque.

“Reunimos importantes órgãos de saúde dos dois países com o objetivo de integrar e construir uma cooperação sólida que terá como uns dos produtos o Centro Binacional de Vigilância em Saúde, estes órgãos têm poder de decisão e podem definir a política de vigilância em saúde na nossa fronteira”, explicou o superintendente da SVS, Dorinaldo Malafaia.

Durante o evento, os dois países, através de cada órgão, apresentaram os mecanismos que são utilizados para realizar a vigilância em saúde, destacando as peculiaridades de cada um deles, a troca de experiência é mais um passo para um termo de cooperação internacional consolidado.

A cooperação prevê, também, uma integração através da formação e capacitação dos agentes de saúde, como um passo fundamental de romper as barreiras, como a linguística entre os países, congruência de sistemas e análises de materiais biológicos, que mesmo com métodos diferentes tenham o mesmo objetivo

Centro Binacional

Um dos principais produtos desta cooperação é a construção do Centro Binacional de Monitoramento e Resposta a Emergência em Saúde Pública. Este órgão já está em fase inicial de implantação através do Governo do Amapá. O projeto passa pela aprovação dos órgãos responsáveis e deve ser iniciado no próximo período a fase inicial de construção.

O centro irá concentrar as demandas de vigilância laboratorial, através do laboratório de fronteira (Lafron), e vigilância epidemiológica com a rede vigilância em saúde que será instalada.

Na prática, todo tipo de doença será monitorada e contida, quando possível com ações específicas, na região da fronteira, evitando que se alastre para o resto dos Estados dos dois Países, além da troca de informações estratégicas que são fundamentais para a construção da política correta no combate as patologias.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá