Logo Amapá
quinta, 23 de março de 2023 - 13:00h - 3650
Blitz educativa conscientiza mulheres sobre proteção e defesa
Secretaria de Políticas para as Mulheres mantém unidades especializadas em acolher as vítimas de violência doméstica.
Por: Alice Palmerim
Foto: Deco de França/SEPM
Blitz educativa buscou conscientizar a sociedade para a redução da violência contra a mulher

Como parte da programação "Março de Lutas, construindo um novo tempo", do Governo do Amapá, a Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres (SEPM) realizou uma blitz educativa nesta quinta-feira, 23, para conscientizar a sociedade sobre o papel de todos para contribuir na redução da violência contra a mulher.

A ação aconteceu no cruzamento da Rua São José com a Avenida FAB, no centro de Macapá, e também explicou para os condutores o papel da secretaria, e os serviços de proteção das vítimas.

A empreendedora Abranna Suellen, de 40 anos, ficou surpresa com a movimentação depois que foi abordada pela equipe da ação.

"Fico feliz em saber dessa preocupação com a gente. Eu sempre passo aqui na frente quando venho ao centro. E agora fiquei ainda mais curiosa para saber dos serviços oferecidos pela Secretaria da Mulher", frisou Suellen.
A SEPM também mantém unidades especializadas em acolher as vítimas de violência doméstica, como o Centro de Referência no Atendimento à Mulher e à Família (Camuf) e o Núcleo de Acolhimento às Mulheres Lésbicas, Bissexuais, Transexuais e Intersexuais (AMA-LBTI).

Para a secretária das Mulheres, Adrianna Ramos, estratégias como as blitze são importantes nas orientações e divulgações dos direitos das mulheres, e como elas podem acessá-los.

Ela acrescenta que a SEPM conta com profissionais preparados para atender o público feminino e está conectada com a Rede de Atendimento à Mulher, que é composta por vários órgãos e entidades de áreas como saúde, assistência social e Justiça.

"Conscientizar a população que existe um órgão que reúne serviços e profissionais preparados para receber a vítima de violência é essencial para alcançarmos o objetivo de levar segurança às mulheres amapaenses", frisou a gestora.
Para o juiz Normandes Souza, titular do Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher de Macapá, reforçar o respeito às mulheres é fundamental.  

"É importante que todos os homens e mulheres relembrem que é necessário manter o respeito às nossas mulheres e meninas. Precisamos levantar a bandeira dessa luta contra a violência às mulheres", afirmou o juiz.

A ação contou com o apoio do Tribunal de Justiça do Amapá (Tjap), Ministério Público (MP-AP), Polícia Militar, Coordenação da Patrulha Maria da Penha, Companhia de Trânsito e Transporte de Macapá e Guarda Municipal.

Patrulha Maria da Penha
A blitz também apresentou aos condutores a Patrulha Maria da Penha, um mecanismo de defesa coordenado pela Polícia Militar para repressão à violência contra a mulher.  

"A blitz educativa é muito importante para que a sociedade, em especial as mulheres, conheçam o suporte que elas têm de órgãos competentes para ampará-las ”,  coordenadora da ação, tenente Waldenice Santos.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá