quarta, 28 de outubro de 2015 - 18:00h - 18127
Reunião define últimos detalhes e regras para o transporte e o trânsito até a Expofeira
O encontro reuniu coordenadores do evento e representantes de todas as entidades e órgãos envolvidos no planejamento
Por: Elder de Abreu

Um forte esquema de fiscalização foi planejado para controlar o trânsito e ordenar o transporte de passageiros até o Parque de Exposições da Fazendinha, aonde é esperado um público médio de 60 mil pessoas por dia durante a 51ª Expofeira do Amapá.

A dois dias da abertura, os últimos detalhes para a segurança no acesso ao evento foram acertados na manhã desta quarta-feira, 28, no local preparado para funcionar um terminal de passageiros coletivo da Expofeira. O encontro reuniu coordenadores do evento e representantes de todas as entidades e órgãos envolvidos no planejamento, como a Polícia Militar (PM), Companhia de Trânsito de Macapá (CTMac), Guarda Municipal, e sindicatos de categorias ligadas ao transporte de passageiros: empresários, taxistas, mototaxistas e rodoviários.

Trânsito na JK

Os representantes das entidades que trabalham com a condução de passageiros se comprometeram em repassar às suas categorias as regras definidas com o objetivo de tornar o fluxo tranquilo, assim como o desembarque e o embarque na Expofeira.

Na rodovia Juscelino Kubitscheck (JK), principal via de acesso ao parque, no sentido Macapá/Fazendinha, os motoristas devem atentar para o corredor exclusivo, onde terão preferência ônibus e taxis. O restante dos veículos, incluindo mototaxi, que não tiverem a Expofeira como destino – e sim outros locais ao longo da rodovia – não devem tomar o corredor exclusivo.

“Em outras edições, o trânsito era misturado: taxis, carros particulares, veículos de carga, ônibus superlotado, com passageiros no calor do engarrafamento. Era um caos, praticamente. Por isso este ano, nós dialogamos com todas as categorias e criamos certas normas para um trânsito mais tranquilo. Devemos ter bom senso, pois 80% da população que vai à Expofeira, usa o transporte coletivo”, justificou o coordenador geral da feira, Alcir Matos.

Fiscalização

Matos disse que um dos motivos da criação das regras para o fluxo de veículos até o parque de exposições da Fazendinha é incentivar aos visitantes e planejam se divertir no evento a usar ônibus, taxis ou mototaxis. Ele alerta que haverá uma forte fiscalização da Polícia Militar e da operação Lei Seca, do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), durante os dias de evento.

“Quem for consumir bebidas alcoólicas durante os shows, recomendamos que usem os transportes alternativo, o coletivo, o taxi, o mototaxi, para não dirigirem seus carros depois de beber, pois haverá uma intensa presenta do Estado nas questões referente à condução de veículos”, avisa o coordenador.

Ainda segundo ele, a fiscalização também será rigorosa quanto ao limite de velocidade na JK, que durante o período da Expofeira não poderá ultrapassar 60 km/h.

Terminal de ônibus

Em outras edições da Expofeira, pequenos delitos, como roubos, foram registrados na área de desembarque do terminal de ônibus dentro do parque. Para evitar que se repitam algumas medidas foram acordadas pela coordenação com os parceiros.

A iluminação intensificada para inibir a ação criminosa e facilitar a fiscalização. Haverá videomonitoramento com câmeras da PM, que também destacará policiais em turno ao local. Outros agentes de segurança também ajudarão na fiscalização ao terminal, como a Guarda Municipal e a CTMAC.

Ao chegar à Expofeira, passageiros de coletivos não poderão permanecer no terminal. Já na hora de sair do parque, os ônibus partirão, no máximo, 30 minutos a partir do horário da entrada do primeiro passageiro.

Estacionamento privado

Matos também relembrou que haverá venda antecipada de tickets de acesso ao estacionamento privado da Expofeira. A comercialização inicia nesta sexta-feira, 30, nas bilheterias do sambódromo. Além de mais comodidade para o público, a medida visa evitar a formação de filas de carros para a compra dos bilhetes de estacionamento na rodovia às proximidades do parque. As vendas iniciam às 18h. Os valores vão de R$ 5 para carros, e de R$ 2 para moto.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá