terça, 27 de outubro de 2015 - 10:38h - 17695
Estudantes expõem projeto de economia solidária na 51ª Expofeira
O projeto alia o estudo da economia solidária com a geração de renda, e foi desenvolvido para preencher o tempo ocioso com ações planejadas no contra turno
Por:
Trabalhos de pintura em tecidos que se transformam em belíssimas peças de cama, panos que decoram a cozinha, centros de mesas são alguns dos trabalhos desenvolvidos pelos alunos do 5º ao 8 º ano da Escola Estadual Professor Zolito de Jesus Nunes, e que estará em exposição para a comercialização na 51ª Expofeira do Amapá, que acontecerá no período de 30 de outubro a 8 de novembro. 

A produção é resultado do projeto de economia solidária, com o título “O mundo criativo da arte utilitária na escola – Zoliart”. O projeto alia o estudo da economia solidária com a geração de renda, e foi desenvolvido para preencher o tempo ocioso com ações planejadas no contra turno por meio de oficinas diversificadas. 

O Zoliart é um projeto idealizado por duas professoras: Antônia de Oliveira Monteiro e Simone Tavares Calixto, e visa estimular os educandos e a comunidade escolar sobre o significado e sentido do artesanato, como fonte criativa e empreendedora. 

Para Simone Calixto, idealizadora e coordenadora do projeto, a iniciativa surgiu em 2007, na própria escola, diante da problemática presenciada do alto índice de gravidez na adolescência e da constatação do baixo poder aquisitivo dos alunos e familiares.   

“A economia solidária ganha força como uma medida inovadora e alternativa de geração de trabalho e renda para nossos alunos que envolvem produção, comercialização e organização sob a forma de autogestão. É uma atividade que envolve várias questões, além de desenvolver a parte motora, concentração e habilidades manuais”, destacou.

O Projeto também chega aos pais dos alunos, a exemplo da merendeira e mãe do aluno Ruan Ranon, do 7º ano, Jacirema Silva. Ela conta que a atividade proporciona muitos benefícios, além da maior convivência e interação com o filho.

A aprovação também vem dos alunos que participam do Zoliart e estudam na instituição de ensino. Danille Vitória, do 7º ano, e Enzo Brandão, do 5º ano, dizem estar muito contentes com os resultados positivos. 

"Com a experiência é possível também perceber um avanço no desenvolvimento educacional de alunos especiais, realmente o benefício é muito abrangente”, relatou Simone Calixto. 

A exposição e a comercialização das produções dos alunos ficará localizado no espaço do empreendedor, coordenado pela Secretaria de Estado do Trabalho e empreendedorismo (Sete).

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá